Dicas de copywriting

Copywriting – Guia para iniciantes

O copywriting é uma das ferramentas mais poderosas para um profissional de marketing. Com ele, é possível criar anúncios, landing pages e e-mails que fazem a diferença para o seu negócio. No entanto, muitos profissionais ainda têm dúvidas sobre como usar o copywriting de forma eficiente. Neste guia, vamos mostrar como iniciar no copywriting e quais são os principais erros que devem ser evitados.

Copywriting – Guia para iniciantes

Copywriting se tornou uma das habilidades mais valorizadas em 2020. Na verdade, os trabalhos de redação podem pagar mais de $48 mil reais por ano. 

Por quê? Todo negócio pode se beneficiar de alguém que escreve um ótimo texto. Desde startups até as maiores empresas do mundo (Fortune 500s), e tudo o que há entre elas, a redação pode fazer ou quebrar o sucesso de uma organização.

E na verdade, qualquer pessoa pode se tornar um redator (copywriter). Você não precisa de um diploma ou treinamento especializado para dominar essa habilidade.

Então, se você deseja iniciar uma carreira como redator freelancer ou apenas deseja melhorar os textos (também chamados de “copy”) para o seu próprio negócio, neste guia, você encontrará tudo o que precisa saber sobre copywriting.

O que é Copywriting?

Copywriting é a arte de escrever textos persuasivos para fins de marketing. Ele foi projetado para vender seus produtos ou serviços enquanto estabelece uma voz para sua marca. 

A principal intenção do copywriting é persuadir as pessoas a realizar uma determinada ação, seja comprar, se inscrever em algo ou qualquer outro tipo de conversão.

O copywriting vem em muitas formas diferentes – anúncios, páginas na Internet, white papers, conteúdo de redes sociais e slogans se enquadram na categoria de copywriting, e isso é apenas a superfície.

Mas copywriting é muito mais do que apenas palavras. Um ótimo texto pode contar uma história convincente e representar a imagem da sua marca. Ele puxa os cordelinhos que acionam o processo de tomada de decisão para quem lê o que você está escrevendo.

O copywriting não vende produtos ou serviços; vende emoção e estilo de vida. 

De acordo com o Google Trends, o interesse global em copywriting está atualmente em alta, com base em dados de pesquisa nos últimos dez anos.

É por isso que é tão importante hoje, mais do que nunca, dominar as habilidades de redação.

10 elementos de um ótimo copywriting

Como conseguir um excelente copy? Existem certos elementos que podem pegar um copy médio e trazê-lo para o próximo nível. Estes são os dez principais nos quais você deve se concentrar como iniciante:

1. Gramaticalmente correto

Isso, de fato, nem deveria ser preciso dizer. Mas você ficaria surpreso com a frequência com que erros são encontrados nos textos. Se o seu texto tiver erros de ortografia ou gramática, isso pode ter um efeito negativo em seu objetivo final.

Quando as pessoas descobrem um erro no copy, especialmente em um texto curto, isso lhes dá uma percepção negativa da marca, produto ou serviço.

Todos cometemos erros. Um redator que escreve mais de 25.000 palavras por semana pode cometer um bom número de erros. E você pode até perdoar um ou dois problemas gramaticais escondidos em uma postagem de blog de 3.000 palavras. Mas um erro de ortografia na home page (página inicial) ou e-mail de vendas com apenas algumas linhas é muito mais significativo.

Portanto, ignore o desejo de apressar esse processo. Portanto, ignore a necessidade de apressar esse processo. Gere seu texto através de uma plataforma inteligente. Leia em voz alta. Verifique duas vezes e três vezes antes de ir ao ar. Peça a outra pessoa para testar seu trabalho, se necessário.

2. Persuasão

Um bom copy é persuasivo. Você deve escrever de uma forma que convença seu público a realizar a ação desejada. 

Por que alguém deveria comprar seu produto? Por que eles devem se inscrever na sua newsletter?

Você não está vendendo relógios; você está vendendo luxo. Você não está vendendo seguros; você está vendendo proteção. Identifique as emoções que você está tentando provocar no leitor e encontre a combinação certa de palavras para alcançar esses sentimentos.

3. Sem jargão

Deixe os termos específicos do setor fora do seu texto.

Se você é advogado, alguém sem formação jurídica deve ser capaz de entender o que você está dizendo. Se você é médico, certifique-se de que qualquer pessoa fora da área médica possa compreender seu texto.

Evite gírias e siglas a todo custo. A gíria geralmente é percebida como pouco profissional (a menos que faça parte da imagem da sua marca) e você não pode presumir que todos estejam familiarizados com os acrônimos que você está usando.

Grandes redatores sabem como pegar um assunto complexo e explicá-lo em termos que um aluno da quinta série possa entender.

4. Forte Call-to-Action (CTA)

Explicar sua marca, produtos, serviços ou missão da empresa é apenas metade da batalha. Você também precisa deixar seu público com uma direção clara de ação.

Qual é o objetivo final do seu texto? Isso deve ficar claro para quem está lendo.

Se você quer que as pessoas comprem algo, certifique-se de que a mensagem foi transmitida. As pessoas não devem ficar se perguntando o que fazer. Escreva CTAs que gerem conversões.

5. SEO Friendly

Este elemento é exclusivo para o copy do site.

Sempre será importante escrever um texto que facilite a pesquisa do seu conteúdo. Use palavras-chave que ajudem suas páginas a ter uma classificação alta nos resultados dos mecanismos de busca, como o Google. 

Existem muitos fatores que influenciam no posicionamento dos conteúdos no topo dos resultados de busca; palavras-chave são apenas um deles. Embora o texto SEO-friendly seja importante, ele não necessariamente fará ou quebrará você. Portanto, não force palavras-chave se isso prejudicar a qualidade do seu texto.

6. Direto

Um bom copy vai direto ao ponto. Você deve ser capaz de transmitir sua mensagem com o mínimo de palavras possível. Use frases curtas, parágrafos curtos e evite frases de "preenchimento".

Aprenda a escrever um texto que seja poderoso. Se você usar frases longas, é fácil para o leitor se distrair ou se perder ao longo do caminho.

Anteriormente mencionamos a importância de escrever um texto livre de erros gramaticais. Mas existem certas exceções às regras gramaticais se você estiver sendo direto. Por exemplo, você pode escrever três frases de uma palavra seguidas para ilustrar um ponto.

7. Lead cativante

O melhor copy começa com um lead impressionante. Seja um título, subtítulo, linha de assunto ou frases introdutórias, você precisa encontrar uma maneira de capturar a atenção dos leitores.

Use palavras de ação como um prendedor de atenção. Você pode começar usando uma estatística, número ou fato atraente.

Há um velho ditado de copywriting que diz que o objetivo de um título é fazer com que alguém leia sua primeira linha. O objetivo de sua primeira linha é fazer com que as pessoas leiam sua segunda linha e assim por diante. Portanto, se o seu lead não cativar seu público, o restante do seu copy não terá chance.

8. Texto específico por canal

Cada copy que você escreve não pode necessariamente ser reaproveitado ou reutilizado em todos os canais de marketing. As páginas de destino devem ter um copy diferente de um banner. Os e-mails devem ter um copy diferente de uma postagem nas redes sociais.

Mesmo que você esteja promovendo exatamente o mesmo produto ou promoção, você precisa escrever exclusivamente para cada método de distribuição.

O tom, o estilo, a duração e a entrega são apenas alguns fatores que você deseja alterar com base no canal. De um modo geral, o copy fica mais longo quanto mais adiante no funil de vendas.

Embora isso não seja necessariamente uma regra testada e comprovada, ela se aplica na maioria dos cenários. Um outdoor para reconhecimento de marca não será mais do que algumas palavras. Sua cópia do homepage terá menos texto do que uma landing page interna. As páginas de produtos serão um pouco mais descritivas do que uma landing page.

O tom do copy do e-mail varia de acordo com o estilo de entrega das páginas do produto e das landing pages.

Portanto, não escreva uma cópia cegamente sem entender como ele será consumido. Sempre saiba para qual canal de distribuição você está escrevendo e ajuste de acordo.

9. Reconhecimento do público

Além do método de distribuição, você precisa ter uma compreensão clara de quem lerá seu copy.

Uma pessoa em sua homepage pode não estar familiarizada com sua marca, enquanto um assinante de e-mail já sabe quem você é. Portanto, você não precisará necessariamente se apresentar e compartilhar a história da sua marca em todas as campanhas de e-mail. Isso é um desperdício de texto valioso, e a natureza repetitiva pode rapidamente perder a atenção do seu público.

Crie um texto que seja atraente para o seu nicho específico. Não tente atingir todos. Um negócio que vende pranchas de surf e skates não tem o mesmo público que uma empresa que vende B2B. 

10. Entendimento claro da oferta

É um erro comum para redatores iniciantes mergulharem diretamente no processo de escrita. Mas você não deve começar a escrever uma única palavra até ter uma compreensão firme do produto, serviço, marca ou oferta.

Digamos que você seja um freelancer contratado por uma empresa para criar um copy de uma landing page. Dependendo da complexidade da oferta, você pode levar horas ou dias antes de pensar em escrever qualquer coisa.

Se você não tiver uma compreensão clara da oferta, é impossível transmitir essa mensagem a outra pessoa.

Copy bom x ruim: Exemplos reais

Agora que você teve a chance de aprender sobre o que faz um bom copywriting, é hora de ver alguns exemplos da vida real.

A gente traz alguns trechos de texto que amamos e explicaremos o que o torna tão bom. Também vamos dar uma olhada em alguns exemplos não tão bons e discuti-los também.

Bom exemplo — Nubank

Já ouviu falar do Nubank? Se não, vamos ver se você consegue descobrir o que é depois de ler o copy na home do Nubank

 

Este copy é excelente. Para começar, o cabeçalho informa exatamente qual é o produto. O restante do texto segue um formato simples, destacando os principais diferenciais do cartão de crédito em menos de 20 palavras.

Este copy é escrito em termos que qualquer um pode entender, dando aos leitores uma noção clara de como o produto irá beneficiá-los.

O Nubank não está vendendo serviços financeiros, – eles estão vendendo praticidade na vida financeira.

Bom exemplo — Trello 

Basta entrar na página inicial do Trello para entender rapidamente o que você pode esperar da plataforma.

Para apresentar o produto, o título já diz claramente que a plataforma foi desenvolvida para o trabalho em equipe. Na descrição, o Trello toca diretamente nas dores dos seus clientes: gerenciar projetos, organizar tarefas e cultivar o trabalho em equipe. Tudo em um único parágrafo.

O copy termina com um CTA direto e criativo: Comece a fazer.

Exemplo negativo — Cultivated Wit

Cultivated Wit é uma empresa de comédia. Eles fazem muitas coisas certas e, na verdade, têm uma de nossas páginas favoritas “Sobre nós” na Internet.

Com isso dito, este texto de opt-in por e-mail na home é algo que não podemos deixar de lado.

“A comédia pode existir em novas formas. A tecnologia pode ser mais divertida. O copy da homepage pode ser irritantemente vaga.”

A gente entende completamente o que esses caras queriam com este texto. É feito para ser irônico, já que é extremamente vago, e as palavras apontam isso.

Mas esse também é o maior problema com este texto – na verdade, ele não diz nada.

Mesmo que seja engraçado, nada disso nos dá uma razão para assinar o clube de e-mail deles, que é o que este copy foi escrito para realizar.

Exemplo negativo — Discovery Channel

O Discovery Channel é um ótimo canal. Poderíamos passar o dia todo assistindo programas sobre natureza, ciência e tecnologia; é fascinante.

No entanto, o texto deste anúncio do Discovery Channel há alguns anos definitivamente poderia precisar de algumas melhorias.

“Pergaminhos do Mar Morto - A exibição. Vida e fé nos tempos bíblicos. Clique aqui para comprar ingressos.”

É difícil dizer o que está acontecendo aqui. O que exatamente está sendo anunciado? O canto inferior direito do anúncio tem um CTA para comprar ingressos, mas não está claro para que servem os ingressos.

Fazer alguma reformatação e adicionar um verbo a esse lead pode tornar o copy mais fácil de entender.

Algo como “Dê uma espiada dentro dos Manuscritos do Mar Morto” acrescentaria alguma clareza. Mas como está no anúncio, é apenas um monte de palavras fora de contexto.

10 Fórmulas de Copywriting

Se você é novo em copywriting, pode seguir diferentes fórmulas para guiá-lo pelo processo. Existem dezenas de fórmulas diferentes de redação por aí, mas reduzimos as dez principais para iniciantes.

Pense nessas fórmulas de copywriting como um modelo rápido ou uma folha de respostas. 

1. Fórmula FAB

Esta é uma das estratégias de copywriting mais básicas que você pode seguir. Em vez de apenas listar os recursos de um produto ou serviço, você precisa encontrar maneiras de destacar os resultados finais e tirar o que o usuário obterá.

  • F de Features (Recursos) — O que você está oferecendo?
  • A de Advantages (Vantagens) — Como isso ajuda a resolver um problema ou melhorar as coisas?
  • B de (Benefits) Benefícios – O que o leitor ganha com isso?

A fórmula FAB é perfeita para copy relacionado a produtos ou serviços. 

2. Fórmula BAB

A fórmula BAB é ideal para contar histórias. Ela foi projetada para identificar pontos de dor sentidos pelo leitor.

  • B de Before (Antes) – É assim que sua vida é agora.
  • A de Depois (After) — É assim que você se sentirá quando o problema for resolvido.
  • B de (Bridge) Ponte — É assim que você chega lá.

3. A Fórmula dos 4 Ps

  • Picture (Imagem) — Chame a atenção do leitor pintando uma imagem que crie desejo.
  • Promise (Promessa) — Explique como a oferta atende a esse desejo.
  • Prove (Provar) – Use evidências para apoiar essa promessa.
  • Push (Incitar) — Convença o leitor a se comprometer.

A fórmula dos 4 P's tem uma abordagem única para as conversões. Esse tipo de copy faz com que o leitor se comprometa, provando que você pode cumprir uma promessa.

4. A fórmula dos 4 U

  • Útil — Como você pode ajudar o leitor?
  • Urgente – Crie um senso de urgência.
  • Único — Explique como os benefícios não podem ser encontrados em outro lugar.
  • Ultra Específico — Não seja vago.

A fórmula dos 4 U funciona bem para anúncios ou redes sociais. Encontre maneiras de criar um senso de urgência, como um gatilho emocional que leva o leitor a agir rapidamente.

5. A Fórmula dos 4 Cs

  • Claro — Certifique-se de que sua cópia esteja o mais clara possível.
  • Conciso – Mantenha-o curto e direto ao ponto. 
  • Convincente – Desperte algum interesse e chame a atenção de uma forma irresistível.
  • Credível – Explique por que o leitor deve confiar em seu produto, serviço ou marca.

Estas são apenas as melhores práticas gerais que devem ser seguidas em seu copy. Independentemente da duração, objetivo ou canal de distribuição, os 4 Cs são ideais para o iniciante priorizar.

6. Fórmula ACCA

  • Awareness (Conscientização) – Identifique o problema ou situação em questão.
  • Compreensão — Explique como o problema afeta o leitor.
  • Convicção  — Convença o leitor a escolher sua solução.
  • Ação — Termine com um forte apelo à ação.

Em comparação com as outras fórmulas da nossa lista, a fórmula ACCA é diferente por causa da fase de “compreensão”. É seu trabalho dar ao leitor uma compreensão mais profunda do problema e da solução. Diga às pessoas o que está acontecendo e como isso as afeta antes de mergulhar no CTA.

7. Fórmula “So What?” 

A ideia por trás dessa fórmula é simples. Toda vez que você fizer uma afirmação, pergunte a si mesmo: “e daí?” Isso força você a explicar os benefícios com mais detalhes.

Nossa agência cria o melhor conteúdo para blogs e sites!

E daí?!

Assim, podemos ajudá-lo a gerar mais tráfego, gerar conversões e ter uma classificação mais alta nos resultados de busca. 

A primeira parte desse texto não é útil sem o aspecto “e daí”.

8. Fórmula OATH

A fórmula OATH força você a escrever um texto específico para o público. Ele pode ajudá-lo a escrever uma cópia exclusiva com base no conhecimento do mercado do leitor sobre sua marca, produto ou serviço.

  • Oblivious (Alheio) — O leitor não tem ideia sobre sua marca ou oferta.
  • Apathetic (Apático) — Eles estão cientes de você, mas desinteressados ou indiferentes.
  • Thinking (Pensamento) — O leitor identificou uma necessidade potencial.
  • Ferindo (Hurting) — Eles têm um problema que precisa desesperadamente ser resolvido.

Como você pode ver, o copy deve ser escrito de forma diferente dependendo de qual estágio do OATH você está tentando atingir.

9. Fórmula PAS

  • Problem (Problema) — Identifique o problema em questão.
  • Agitate (Agitar) — Explique o impacto negativo de ter esse problema. 
  • Solve (Resolver) — Ofereça uma solução.

A fórmula do PAS vai além de apenas identificar um problema. Invoca medo no leitor, explicando o que pode acontecer com eles se o problema não for resolvido.

10. A fórmula das “objeções”

Escreva um texto que aborde objeções comuns que um leitor pode ter com sua oferta.

Não tem tempo? Leva apenas 15 minutos. Não tem dinheiro? Oferecemos financiamento. Não vai funcionar para você? Aqui está a nossa garantia de devolução do dinheiro. Não acredita em mim? Aqui estão as estatísticas para respaldar nossas reivindicações.

Dicas para melhorar seu copy agora

Como qualquer outra coisa, a melhor maneira de melhorar seu copy agora é com a prática. Cada pedaço de copy que você escrever não será o melhor de todos os tempos. Mas com a prática, você vai ficar muito melhor.

Como iniciante, você deve dominar textos mais curtos antes de abordar projetos maiores. Comece com títulos e propostas de valor antes de passar para landing pages ou white papers.

Seja conversador. Escreva do jeito que você fala. Gaste mais tempo pesquisando e planejando do que realmente escrevendo.

Incorpore assistentes de escrita de IA (inteligência artificial) em seu fluxo de trabalho. Eles são uma ótima maneira de impulsionar sua produção de conteúdo. Podem ajudá-lo a encontrar informações relevantes, fornecer sugestões de conteúdo e até mesmo criar conteúdo personalizado para você.

Tome nota dos grandes elementos de redação que expliquei anteriormente neste guia. Siga o exemplo dos bons exemplos que lhe mostrei e evite os erros dos maus. Se você estiver com dificuldades, sempre poderá usar uma fórmula de redação para guiá-lo pelo processo.